5 de setembro de 2019

Acne depois dos 30

A acne é uma dermatose causada por múltiplos fatores como a obstrução dos poros, a proliferação de bactérias de forma local e o aumento da produção de secreção pela glândula sebácea. Cerca de 50% das mulheres adultas entre 21 e 30 anos têm o problema. E, segundo um estudo divulgado pelo Journal of Women’s Health, uma em cada quatro mulheres com 30 e 45 anos sofre com a acne.

Entre as causas possíveis nessa idade destaca-se a Síndrome dos Ovários Policísticos, já que alterações hormonais decorrentes do distúrbio podem aumentar ou agravar a acne. O histórico familiar também influencia na pele acneica, assim como o fumo e a má alimentação.

Como tratar a acne na pele adulta?

Que tal começarmos pelo básico: bons hábitos de limpeza da pele. Evite usar produtos e maquiagens pesados e gordurosos, pois a tendência é a obstrução dos poros e o aumento da oleosidade. Utilize produtos oil-free e não comedogênicos. O segundo ponto é a alimentação: consuma baixos níveis de carboidrato e invista em alimentos integrais, orgânicos, legumes, vegetais, frutas, pois eles amenizam a doença.

Em relação ao tratamento da pele, procure lavar o rosto com um sabonete que controle a oleosidade sem agredi-la. Utilize produtos que trabalhem na renovação da pele, com ação secativa e clareadora. Dermocosméticos com zinco, ácido salicílico e glicólico em sua composição são boas opções, pois ajudam na redução do processo inflamatório, na hidratação e na inibição da produção de sebo. Procedimentos dermatológicos como peeling químico e terapias com lasers costumam acelerar a melhora, mas não substituem o tratamento convencional. Também é importante frisar que se automedicar pode trazer manchas e cicatrizes para a pele. Por isso, o tratamento deve ser acompanhado de perto pelo dermatologista.

*Texto escrito pela médica dermatologista Alexandra Nunes

Deixe seu comentário
WhatsApp chat