10 de agosto de 2018

Curiosidade do Agro

Queda nas entregas de adubos no país

De acordo com a Associação Nacional para Difusão de Adubos (Anda), as entregas de fertilizantes ao consumidor final totalizaram 1,78 milhão de toneladas em maio deste ano. O volume foi 27,3% menor que o entregue no mesmo mês do ano passado. A paralisação dos caminhoneiros no final de maio prejudicou o transporte do insumo dos portos até as misturadoras e também a distribuição destes ao consumidor final.

No acumulado dos cinco primeiros meses deste ano foram entregues 9,84 milhões de toneladas de adubos no país, 4% menos que no mesmo período de 2017. Em curto prazo, a expectativa é de que a demanda aumente, considerando a procura por fertilizantes para o plantio da safra de grãos 2018/2019. Este fato, somado ao dólar em um patamar de preço mais alto, são fatores de alta para as cotações dos fertilizantes nos próximos meses.

Brasil tem 25% dos transgênicos do mundo

Dados divulgados pelo Serviço Internacional para Aquisição de Aplicações de Agrobiotecnologia (ISAAA) indicam que o Brasil em 2017, teve 50,2 milhões de hectares com plantações de produtos geneticamente modificados, 2% a mais do que no ano anterior.

De toda a área cultivada com transgênicos no Brasil, 33,7 milhões de hectares são preenchidos com soja, 15,6 milhões com milho e 940 mil com algodão, perdendo só para os Estados Unidos, que cultivam 75 milhões de hectares com plantas geneticamente modificadas.

Você sabia?

Que o grão de bico é a segunda oleaginosa mais consumida no mundo, só perdendo para a soja. No Brasil, o mercado é de 11 a 12 mil toneladas que são 100% importadas. Países do Oriente Médio e Índia são grandes consumidores e somados a outras regiões resultam em uma demanda global de aproximadamente 20 milhões de toneladas anualmente.

Deixe seu comentário
WhatsApp chat