8 de maio de 2020

Empreendedorismo e solidariedade

Participar dos sonhos das pessoas e poder dar a elas mais do que esperam, esse é o objetivo da projetista Patrícia Focking, que desde 2012 atua como gerente da Loja Klein, sempre buscando trazer inovação e novidades para seus clientes.

Uma empresa tradicional e familiar, a Loja Klein surgiu há alguns anos através do casal Romeu e Nelci Klein que em 1983 criaram a Empreiteira e Construtora Klein. Em 1998 o casal ampliou o negócio e criou também a Loja Klein que em 2012 foi assumida pelo filho Gilson Klein e sua esposa Patrícia, os quais desde então vem se reinventando e sempre trazendo algo novo para seus clientes.

À frente da Loja Klein, Patrícia trabalha com o desejo de realizar o sonho do seu cliente de uma maneira completa, por isso, em 2015, a empresária resolveu investir em móveis planejados e modulados com atendimento único, diferenciados e com as melhores marcas do mercado. “Estou sempre buscando novidades para trazer algo diferente. Como participo da realização do sonho dos clientes, acredito que precisamos ir além. Estamos aptos hoje a começar desde o primeiro tijolinho, ajudamos na planta, na parte burocrática, entrando com obra, pintura, móveis até a louça de cozinha e lençóis nas camas, algo bem completo. Imagina você me trazer apenas uma ideia de como fazer uma obra e eu te entrego a chave na mão com tudo prontinho com todo carinho” explica Patrícia.

Focada em trazer satisfação para o cliente, Patrícia é muito exigente no trabalho que realiza e busca fazer tudo com amor, pois acredita que esse seja o segredo do sucesso. Além disso, realiza muitos cursos para aprimorar o seu trabalho e os serviços oferecidos na loja. A projetista ressalta que ser empreendedora exige coragem, visão, planejamento, equilíbrio financeiro, marketing e fé para tudo dar certo. Os desafios do empreendedorismo são muitos, por isso é necessário estar sempre aprendendo algo novo e buscando um diferencial.

Mas o que mais motiva Patrícia no seu trabalho é poder contribuir com o desenvolvimento social da comunidade na qual está inserida. “Eu vejo que no meu trabalho eu já ajudo muito as pessoas com a realização de sonhos, mas ajudar pessoas com ação social é algo que faz parte da minha essência. Sempre ajudei pessoas, famílias e instituições da comunidade de Não-Me-Toque, me preocupo muito com o bem-estar dos outros. Eu e meu esposo sempre saímos na rua à procura de fazer o bem sem olhar a quem, já ajudamos pessoas com problemas de alcoolismo, de dependência química, problemas conjugais, crianças, jovens e famílias a se reestruturarem na sociedade. Nós também temos um espaço na nossa casa em que recebemos roupas e móveis em bom estado e quando alguém precisa doamos e fizemos todo o acompanhamento. Desde 2015 fizemos esse trabalho sem fins lucrativos e sem ajuda de nenhum órgão, apenas com a colaboração de amigos e clientes. Eu agradeço a Deus por me permitir cuidar do próximo e agradeço também o carinho de nossas filhas Elien Pyetra, 15 anos, e Alexia Yasmin, 7 anos, com esse trabalho de ação social que fizemos.”

Para a projetista e empreendedora, o dom da mulher de poder fazer muitas coisas e também de ser sensível às questões futuras é o que torna as empresas nas quais as mulheres estão à frente muito mais dinâmicas e destacadas. “Nós, mulheres empreendedoras, inovamos diariamente em nossas empresas, tornando elas agradáveis e atraentes aos clientes, acredito que são esses detalhes que fazem toda a diferença”, finaliza Patrícia.

Deixe seu comentário
WhatsApp chat