8 de fevereiro de 2019

Estimativas da soja e do milho

De acordo com a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Rio Grande do Sul (Emater RS), já foi colhido 23 % da área de milho nesta safra. Aqui em nossa região, estamos iniciando a colheita do cereal e como já relatamos em outras matérias, pesquisadores, Eng. Agrônomos e produtores estão sempre em busca de maiores colheitas, ano após ano com novas tecnologias e manejos.

E a pergunta que sempre se faz: qual o limite do rendimento? A resposta muda a todo momento, pois sempre se está buscando superar o limite anterior e para este ano, temos um novo Record. Aconteceu em um importante desafio nos EUA: Corn Warriors, no qual melhores produtores daquele país buscam superar os limites dos rendimentos, e este ano, Randy Dowdy atingiu a impressionante marca de 426,8 sc/ha! Vale salientar que este produtor já conquistou o recorde mundial de produtividade de soja com 192,23 Sc/há.

Já em relação a soja, em levantamento publicado no início deste mês, a APROSOJA (Associação de produtores de soja e milho do Estado de Mato Grosso) estima que a colheita da soja será inferior a 102 milhões de toneladas, perda de 16 milhões de toneladas frente a expectativa inicial, perda esta, causada basicamente por complicações climáticas.

A entidade visitou diversos Estados produtores (PR, MS, PI e BA) visitando lavouras e fazendo novo levantamento de produção, sendo que o Paraná aparece como o Estado mais atingido, com perdas de 30%, seguido de Bahia e Piauí com 20% cada. Em Goiás chegam a 17%, em Tocantins 10% e aqui no RS as perdas atuais indicam 5%, causados principalmente por excesso de chuva no início do ciclo que obrigou a muitos produtores realizarem o replantio da área.

 

 

Matéria escrita pelo colunista Ricardo César Warken

Engenheiro Agrônomo

Deixe seu comentário
WhatsApp chat