8 de agosto de 2018

Fonoaudiologia e psicologia, áreas que interagem muito bem

Muitos dos problemas levados até o fonoaudiólogo como a gagueira, leitura e escrita, por exemplo, advêm de questões emocionais e psicológicas e, por isso, devem ser tratados também por um psicólogo. Em contrapartida, outros problemas levados ao psicólogo como questões ligadas ao equilíbrio emocional, afetividade, associação de ideias e memória, são fatores que influenciam bastante no comportamento fonoaudiológico dos indivíduos e deve ser tratado conjuntamente com o fonoaudiólogo.

Por razões como essas é que o diálogo entre a psicologia e a fonoaudiologia é necessário; enquanto uma área trata a função, outra trata a raiz do problema e vice-versa.

Procurar ajuda especializada é o primeiro passo para amenizar as possíveis causas de problemas que possam estar interferindo na vida social, afetiva, educacional e profissional de adultos, idosos e crianças.

As profissionais Carine e Eliane realizam avaliação e terapia fonoaudiológica, psicopedagógica e psicológica especializada para adultos, crianças e adolescentes.

Deixe seu comentário
WhatsApp chat