11 de novembro de 2020

Gilson dos Santos e Gilson Trennepohl são candidatos pelo Partido Democratas

Os candidatos a prefeito e vice-prefeito pelo Partido Democratas, Gilson dos Santos e Gilson Lari Trennepohl, têm como base para sua candidatura uma gestão mais eficiente para o Município. O objetivo é trazer para a administração pública toda a experiência e conhecimento que ambos adquiriram na inciativa privada.

O candidato a prefeito, Gilson dos Santos, mais conhecido como Maninho, nasceu em Não-Me-Toque e começou a trabalhar aos 14 anos entregando jornal. Com 16 anos foi morar em Portão, onde ficou até 2000. Quando retornou para Não-Me-Toque trabalhou por um período na empresa Jan, até que em 2004, em parceria com um amigo, comprou uma metalúrgica. Em 2006, mantendo a sociedade com o amigo, comprou a empresa MolaSul. Na sequência inaugurou mais uma empresa, focada na exportação de aço. Aliado a isso, Maninho também sempre esteve ligado à vida política. Foi eleito vereador por dois mandatos, em 2008 e 2012, sendo presidente da Câmara de Vereadores em duas oportunidades. Em 2014 quando era presidente do Legislativo, a Câmara de Vereadores recebeu um prêmio do Tribunal de Contas do Estado por ser uma das Câmaras mais transparente, isso, segundo ele, graças a sua firmeza para governar.

Já o candidato a vice-prefeito, Gilson Lari Trennepohl, chegou a Não-Me-Toque em 1980 apenas com três camisas, duas calças e o sonho de ser locutor e radialista. Na época, recebeu convite para fazer um teste na rádio da cidade e decidiu trazer tudo o que tinha e ficar aqui. Gilson começou a trabalhar na rádio e também trabalhava de garçom em um restaurante da cidade onde ganhava o almoço e a janta. Com o passar do tempo conseguiu um emprego em um banco e pôde concluir o ensino médio. Até que entrou na Stara para trabalhar na demonstração de máquinas. Através do seu relacionamento com as pessoas e sua visão empreendedora foi conquistando espaço dentro da empresa e em 1988 foi convidado para ser diretor comercial. Em 2006 com a mudança societária, Gilson tornou-se diretor da Stara e contribuiu para o crescimento da empresa. No início desse ano, Gilson passou o comando da empresa para os filhos e decidiu contribuir com a política do Município, concorrendo como vice-prefeito.

Segundo o candidato a vice-prefeito, o grande diferencial de suas propostas está na sua visão empreendedora. “Acredito que experiência e relacionamento é o que nos diferenciam. É essa experiência de empreendedorismo que vamos colocar à disposição da população. Estamos há 20 anos fazendo as mesmas coisas e querendo outros resultados, mas isso não é possível, por isso estamos preparados para  tomar novas decisões. Acho que a diferença é que não vamos empurrar nada com a barriga e sim buscar resolver o problema. Queremos refazer a gestão de Não-Me-Toque, levando  para a administração pública aquilo que fizemos nas nossas empresas, com competência e transparência.”

Baseados nisso, o candidato a prefeito, Gilson dos Santos, explica que seu plano de governo é pautado na gestão. “Vamos focar na gestão eficiente que abrange as demandas rotineiras que precisam andar com mais rapidez, mas que também engloba projetos macros que vão gerar resultados para daqui 10 anos. Como, por exemplo o projeto “Nosso Médico”, que será um investimento em que o fruto será colhido no futuro. Mas para isso precisamos ter uma noção exata, fazer um raio x do que é a gestão  hoje, de como ela está e qual é o comprometimento financeiro do Município, pois isso não está claro no portal da transparência. Muitos dos nossos projetos não dependem de novos investimentos financeiros e sim apenas de uma virada de chave, de saber usar o dinheiro de um modo mais assertivo, não gastar para solucionar um problema, mas sim para evitar que esse problema aconteça, como vamos fazer através do projeto Moeda Verde, por exemplo. Então, é esse olhar de gestão que a gente vai ter.”

Os candidatos Gilson dos Santos e Gilson Trennepohl afirmam ser a verdadeira mudança. “Se você quer mudança é preciso apostar na experiência. A experiência que temos tanto na vida pública quanto na vida privada é um norte para fazer a máquina andar. Por isso, estamos propondo uma mudança desapegada de questões partidárias, com visão profissional e técnica. É a experiência e expertise que temos que vai dar sustentabilidade para colocarmos esse projeto em prática e realizarmos a verdadeira mudança,” afirmam os candidatos.

Deixe seu comentário
WhatsApp chat