26 de novembro de 2019

Mantenha uma boa relação entre sua visão e seu celular

É perceptível que cada vez mais jovens e adultos tem a necessidade de usarem óculos. Seja qual for a causa da dificuldade de visão, este é um dos problemas mais comuns que atingem a população.

O oftalmologista, Rafaello Frasson, explica que o aumento de casos de queixas visuais está diretamente relacionado ao uso excessivo de aparelhos eletrônicos. “Fora a necessidade do uso de óculos pela dificuldade de enxergar de longe, os sintomas de desconforto pelo uso excessivo de computador e celular é uma das causas mais comuns de procura pelo médico oftalmologista. Hoje vemos crianças iniciando o uso de aparelhos eletrônicos em idade muito precoce e, como consequência, o índice de miopia tem aumentado bastante. Países que possuem uma cultura tecnológica há mais tempo, como os asiáticos, têm estudos que mostram que mais de 50% das crianças estão desenvolvendo miopia. Por este motivo, tentar evitar o uso abusivo de tecnologia pelas crianças é importante para evitar que elas desenvolvam esta dificuldade visual no futuro.”

A dificuldade visual decorrente do uso de equipamentos eletrônicos gera sintomas como olhos vermelhos, dor de cabeça, lacrimejamento excessivo e sensação de olho seco, e tendem ser mais frequente a noite, em virtude da exposição acumulada durante o dia da necessidade do foco para perto. Além disso, o oftalmologista alerta ainda que, quando se trata de crianças, elas poucas vezes sabem expressar os sintomas que estão sentindo, por isso é importante que os pais levem para consultas periódicas mesmo diante da inexistência de queixas.

Para evitar problemas de visão ocasionados pelo uso de eletrônicos, Rafaello dá algumas dicas. “O ideal é fazer intervalos durante o dia, por exemplo, utilizar o computador por uma hora e fazer um intervalo de 10 a 15 minutos, mas não ficar revezando entre o computador, celular ou tablet. Para quem trabalha com computador, o ideal é, durante o horário do meio dia, evitar o celular e tentar ficar longe das telas. Outras dicas é manter uma distância de pelo menos 33 centímetros da tela, cuidar para que o ambiente possua uma iluminação adequada, aumentar o tamanho das letras do computador ou celular, no intuito de fazer menos esforço e, por consequência, desenvolver menos sintomas.”

Deixe seu comentário
WhatsApp chat