17 de janeiro de 2019

Mexa-se e evite a Trombose

É comum ver pessoas que passam longas horas sentadas, sem se movimentar, principalmente quando se trabalha em escritórios e empresas. Essa falta de movimento, às vezes, pode causar algum formigamento ou até inchaço nas pernas e pés, isto porque o sangue acaba não circulando como deveria. No entanto, o problema começa quando esse inchaço nas pernas começa a causar dor e desconforto. Este pode ser um dos sintomas da Trombose Venosa Profunda (TVP).

A trombose pode ser uma doença silenciosa e muito perigosa que pode ocorrer em qualquer veia do corpo, sendo mais frequente nas veias das pernas. A trombose é um coágulo sanguíneo que se forma em uma ou mais veias localizadas na perna e que bloqueia o retorno do sangue para o coração. Apesar da doença não ser fatal ela pode desencadear outros problemas mais graves, principalmente, quando parte do coágulo se solta e migra para os vasos pulmonares. Isto recebe o nome de embolia pulmonar, que é um problema grave e que pode levar até mesmo ao óbito.

Apesar de muitas vezes não possuir sintomas reconhecidos, a Trombose Venosa Profunda apresenta alguns sinais aos quais você deve ficar atento. O inchaço agudo, acompanhado de dor na perna e rigidez da panturrilha com dificuldade para caminhar, são alguns desses sintomas. Além disso, podem ser observados também algumas sensações de calor e um aspecto ligeiramente azulado ou avermelhado da pele. Alguns fatores podem contribuir para o desenvolvimento da TVP, como: histórico familiar de TVP ou trombofilia; permanecer longos períodos deitado ou em repouso absoluto como, por exemplo, doentes acamados ou pós-operatórios; obesidade; sedentarismo; tabagismo; varizes; pílula anticoncepcional e terapias de reposição hormonal. Lembrando que esses fatores são cumulativos, e quanto mais tiver, maior o risco de desenvolver a doença.

A trombose tem tratamento e quanto antes for diagnosticada melhor. O diagnóstico e o tratamento precoce reduzem muito o risco de graves complicações e sequelas locais. Apesar da possibilidade do tratamento, a prevenção ainda é o melhor remédio, por isso procure manter sempre uma vida saudável, com exercícios regulares, não fumar, evitar ganhos de peso e manter uma dieta saudável. Outra dica fácil é realizar 15 a 20 movimentos circulares dos tornozelos a cada hora e movimentar as mãos como se fosse abri-las e fechá-las para estimular a circulação. Além disso, consulte um médico regularmente e realize exames periódicos.

 

Deixe seu comentário
WhatsApp chat