3 de agosto de 2020

Novos tempos pedem que você não venda, mas ajude o cliente a comprar

Quando decidimos empreender assumimos a responsabilidade por tudo que vem junto com essa decisão. Independente se somos prestadores de serviços, do comércio ou da indústria, nosso objetivo principal é o resultado financeiro que o negócio trará com o passar do tempo.

Independente dos produtos ou serviços que iremos oferecer, é preciso estar muito claro que se faz necessário aprimorar nossas técnicas em vendas, porque no mundo das vendas, muito mais do que vender, é preciso estabelecer bons relacionamentos. Foi-se a época da venda automatizada onde tratavam todas as pessoas da mesma forma, com discursos prontos e decorados.

Ser uma pessoa carismática, que trata as pessoas com simpatia, positiva e principalmente cativante são qualidades de quem sabe ajudar as pessoas a comprar. Como diz Eduardo Tevah: “Um bom vendedor não é aquele que vende, mas sim aquele que ajuda o cliente a comprar”.

Em um mundo extremamente tecnológico, onde estamos intensificando o uso de ferramentas on-line, nunca precisamos tanto humanizar o momento da venda, ou melhor, os relacionamentos. Tratar as pessoas pelo nome, ser gentil, saber dizer obrigado, por favor, com licença, por incrível que pareça, tem se tornado cada vez mais raro, em algumas empresas e famílias, e passou a ser um grande diferencial.

O universo das vendas é maravilhoso, existindo várias formas de vender. A grande sacada do momento é saber vender pelas redes sociais, whatsapp, internet, site, e-commerce, e-mail, etc. Porém, para qualquer uma dessas modalidades, existem algumas premissas básicas e que irão interferir diretamente no resultado que você procura. Confira algumas dicaspara aumentar suas vendas:

– Fazer boas perguntas: lembre-se que você está tratando com gente e gente gosta de ser valorizada, então procure saber mais sobre seus clientes e encantá-los oferecendo o que eles procuram;

– Saiba ouvir e não fale muito alto: a maioria dos clientes não gostam de pessoas que falam muito ou que discursam enquanto mostram um produto ou serviço, procure adequar seu tom de voz ao cliente;

– Faça o cliente se sentir único: entenda as necessidades de cada cliente, seu modo de pensar, agir, o que ele gosta, os lugares que ele frequenta, se mora sozinho ou com a família. Deixe ele contar um pouco sobre sua vida ou por que ele está buscando seu produto

Poderia citar ainda inúmeras dicas para ajudar você a aumentar suas vendas, mas vou terminar esse texto dizendo que, no mundo em que vivemos, nós somos valorizados pelos nossos resultados, pelo nosso desempenho. Então busque conhecimentos, mas, lembre-se: conhecimento sem ação é o mesmo que nada.

Se tiver uma ideia na cabeça e acreditar que VAI dar certo, pode ter certeza que você está certo, e se acreditar que NÃO vai dar certo, você também tem razão, então prefira sempre acreditar em você e partir para AÇÃO!

*Texto escrito por Andréia Warken, especialista em Marketing e Publicidade.

Deixe seu comentário
WhatsApp chat