19 de dezembro de 2018

Projeto Pisa busca o desenvolvimento agropecuário

Capacitação é importante em todas as áreas de atuação. Foi com esse objetivo que 119 produtores rurais participaram do Projeto Produção Integrada de Sistemas Agropecuários, Pisa, oferecido em conjunto pelo Sebrae, Senar e Farsul.

O projeto Pisa começou há quatro anos e tem como objetivo a produção e sistema integrado, ou seja, mostrar aos produtores a importância de a propriedade ter no mínimo duas ou três culturas diferentes para diversificar a fonte de renda, para com isso diminuir a vulnerabilidade de risco produtivo e gerar maior estabilidade financeira.

O coordenador do projeto e membro do Sebrae, Roberto Grecelle, explica que para alcançar esses objetivos eles realizaram várias atividades ao longo desses quatros anos. “A base do projeto é a consultoria individual da propriedade. Um consultor realizou uma avaliação da área, evidenciando que estava bom e sinalizando o que precisava ser melhorado. A partir disso, fizemos um plano de trabalho, para quatro anos, contemplando cada propriedade.”

Durante esse período, cada um desses produtores recebe uma visita mensal de um técnico na sua propriedade que irá ajudá-lo a fazer o que está previsto no plano de trabalho. Essa visita técnica visa, principalmente, prestar consultoria em manejo de pastagem, em gestão financeira, planejamento estratégico da propriedade, manejo do rebanho leiteiro, consultoria de sanidade e de nutrição da vaca e melhoramento genético.

Além disso, o Projeto Pisa oferece cursos, palestras e dia de campo. No dia de campo é realizada uma visita à propriedade de um dos agricultores do grupo, onde eles fazem um estudo daquela área rural. Para o produtor Otávio Egon Eckstein, que tem como principal atividade a produção leiteira, participar do Pisa foi muito positivo. “Foi muito bom participar e consegui ver a mudança na minha produção e na minha renda depois que o projeto foi aplicado. Eles ensinam muitas coisas para nós, desde trabalhar com a pastagem até o rebanho e isso é bom.”

Para comemorar o sucesso do projeto, Sebrae, Senar e Farsul realizaram no dia 6 de dezembro um evento de encerramento com homenagens, palestras e depoimentos de produtores que participaram do Pisa. Centenas de agricultores prestigiaram o evento que contou com café da manhã e almoço, além de um momento bem bacana de interação entre os participantes desse importante projeto.

Para Cesar Maurício Samuel do Nascimento, gerente regional do Sebrae, o Pisa gera transformação social para as famílias rurais. “É um prazer enorme para o Sebrae poder fazer esse trabalho, ver o resultado da transformação e ver o crescimento desses agricultores e dessas famílias de quando elas começaram em 2015 e como elas estão hoje em 2018. Realmente é muito satisfatório e a gente  fica muito feliz em poder desenvolver esse trabalho.”

Participaram desta edição do Pisa produtores dos municípios de Tapera, Victor Graeff Lagoa dos Três Cantos, Marau, Água Santa e Fontoura Xavier.

Deixe seu comentário
WhatsApp chat