7 de novembro de 2019

Sarampo: saiba como se prevenir

O sarampo é uma doença causada por um vírus, altamente contagiosa e muito grave, transmissível por meio das gotículas das vias aéreas no contato próximo entre as pessoas. Uma vez contaminado, o paciente apresenta tosse, febre, mal estar, coriza e congestão nasal, irritação nos olhos. Em torno de 3 a 5 dias, podem aparecer machas vermelhas no rosto e atrás das orelhas, que em seguida se espalham pelo corpo.

A única prevenção desta doença é a vacinação. Conforme calendário vacinal, a primeira dose ocorre aos 12 meses e a segunda aos 15 meses. Com o aumento do número de casos em alguns estados, o Ministério da Saúde instituiu uma dose extra para todas as crianças de seis meses até um ano. Entre um e 29 anos, temos que ter duas doses comprovadas da vacina. Se houver dúvida, a orientação é que se faça novamente duas doses nos adultos até 29 anos e, apenas, uma dose entre 30 e 49 anos. Gestantes não podem realizar a vacina, pois ela é feita de vírus vivo atenuado. Portanto, mulheres que pretendem gestar atentem previamente para seu calendário vacinal.

O Brasil tem um dos melhores programas vacinais do mundo, abrangendo inúmeras doenças infectocontagiosas. Essa é a única maneira de conte-las, por isso é muito importante que os pais cumpram o calendário vacinal rigorosamente. Ele foi pensado por uma equipe apta e que está frequentemente avaliando necessidades de mudanças e melhoras. As vacinas são seguras e a incidência de efeitos colaterais é mínima, nada comparado ao enorme benefício que temos ao mantê-las em dia. Os adultos também precisam atentar-se ao seu calendário vacinal. Se não houver mais carteira de vacinação, procure seu posto de saúde e informe-se como proceder.

Não há tratamento para o sarampo, por isso a gravidade da doença. Porém podem haver diversas complicações, como pneumonia, encefalite, otite média aguda, insuficiência respiratória e morte.

Em Não-Me-Toque a sala de vacinação fica junto ao Posto Central, atendendo das 7h30 Ás 11h30, e das 13h às 17h.

Resumo da vacinação:

Crianças

Dose zero: 6 meses a 11 meses – extra.

Primeira dose: 12 meses.

Segunda dose: 15 meses.

Adultos:

Tem duas doses comprovadas?

Não precisa vacinar.

Não tem comprovação ou não fez a vacina?

1 a 29 anos deve fazer duas doses.

30 a 49 anos deve fazer apenas uma dose.

 

*Texto escrito pela médica Liége Graebin

Deixe seu comentário
WhatsApp chat