26 de fevereiro de 2019

Um lugar de encontros e reencontros

Há dois anos Não-Me-Toque ganhou um novo ponto de encontro, um ambiente acolhedor e aconchegante que recebe todos com muito amor e carinho. Um lugar que traz nos seus serviços o prazer em servir e atender. Uma empresa familiar feita para outras famílias. Esse é o Café Boutique.

Um sonho que foi anseio de toda família, o Café Boutique nasceu da paixão de Maristela Vizzoto. A proprietária era uma admiradora de cafeterias e gastronomias diferenciadas. Gostava tanto desse setor e desejava que Não-Me-Toque também tivesse uma cafeteria. Mari, como é conhecida, trabalhava como designer de interiores, mas já não se sentia completa com o seu trabalho. “Um dia eu passei na frente do antigo Café do Centro Comercial Guido Mânica e vi que não havia mais nada ali, então comentei com meu marido: “Bem que Deus poderia me dar esse café”. Logo soube que o antigo dono queria fechar a empresa e vender. Foi quando decidi que queria transformar aquele lugar em um espaço acolhedor para nossa cidade, de qualidade e realizar ali um trabalho com amor. Eu já não era mais feliz na minha profissão, então fiz uma proposta para o antigo dono, negociamos e deu certo. A partir daquele dia colocamos todo o nosso sonho no Café Boutique”, conta a empresária.

Com o apoio do seu sócio e esposo, Mauricio Antônio Vizzoto, Mari dedicou todo seu esforço e determinação para que o café se tornasse um ambiente atrativo entre as pessoas. Para que desse certo, ela relata que o apoio e o trabalho de sua família foram essenciais. Desde o início ela pôde contar com o amparo do esposo e dos filhos Jackson e Karlos Vizzoto, que não apenas a incentivaram como também colocaram a mão na massa e contribuíram para o sucesso do café.

Em 13 de fevereiro de 2017 o Café Boutique abriu suas portas e a maior preocupação dos proprietários era que a cidade comprasse a ideia e que, principalmente, as pessoas entendessem que lá era um lugar familiar e de encontros. “Quando abrimos, nos preocupamos com a maneira que iríamos dizer para as pessoas que o café era um ambiente familiar. Mas tudo deu tão certo que o café automaticamente tornou-se um ponto de encontro e de união. Recebemos amigos, pais e filhos e empresários que desejam um lugar tranquilo e acolhedor, para conversar ou até mesmo trabalhar”, explica Mari.

Para atrair o cliente, o casal apostou em uma gastronomia diferenciada, tendo no início o café como carro chefe, investindo em variedade, sabor e delicadeza. Hoje, dois anos depois, o Café Boutique não é apenas conhecido pelos seus cafés maravilhosos, mas sim pela variedade de lanches e comidas que são ofertadas, sempre fresquinhas e preparadas na hora.

A beleza de tudo que é servido está em cada detalhe. Antes de provar o sabor, você come com os olhos, porque tudo é executado de uma maneira tão carinhosa e tão delicada que por si só aguçam todos os sentidos. “Tudo é feito com muito amor e pensado em seus mínimos detalhes. Acredito que é no detalhe que demonstramos o amor que sentimos em servir o nosso cliente. Por mais corrido que seja, a gente não abre mão de servir um prato bonito e decorado, porque vejo isso como o nosso diferencial. Isso também só é possível devido a todo o empenho e dedicação dos meus colaboradores e colegas, é por meio do desempenho deles que o Café está se tornando uma  referência para pessoas daqui e de outras cidades também”, afirma Maristela.

Em apenas dois anos o Café Boutique já se tornou referência na cidade. Mais que um ponto de encontro, o espaço tornou-se um lugar de lazer, de saborear uma boa comida e de se viver bons momentos entre amigos e familiares. Mari afirma com certeza que esse sucesso só foi possível por causa de cada não-me-toquense que visita o café, ou que passa lá de manhã cedo pegar um sanduíche, um pão de queijo ou um cafezinho para começar o seu dia.

Para Mari, não são apenas clientes, cada uma das pessoas são consideradas amigas, pois elas fizeram do Café Boutique o que ele é hoje. “Eu gostaria de poder agradecer a cada um que vem aqui e dizer que se hoje o café completa dois anos é graças a eles. Só temos a agradecer a Não-Me-Toque porque as pessoas e a comunidade adotaram o nosso café. E o nosso sucesso depende disso e de cada uma dessas pessoas que vêm até aqui e que passam por aqui. As pessoas aprenderam a gostar desse lugar e hoje elas até agradecem por ter esse espaço, seja para buscar um lanchinho ou para ir com um amigo ou com sua família.”

Hoje, Mari sente-se realizada no seu trabalho e na sua vida pessoal. A alegria de poder trabalhar com sua família e a rica experiência de vivenciar os momentos felizes das pessoas faz com que ela deseje que o café siga sendo esse ambiente especial, um lugar de reconciliação, de celebração e de amizade. Um lugar de encontros e reencontros.

Para o futuro, a família deseja poder atender cada vez melhor as necessidades dos clientes. “Estamos aqui para servir e é um ambiente para as pessoas virem e se sentirem muito bem. Queremos ampliar o café, quando abrimos a empresa já tínhamos como objetivo a longo prazo torná-lo uma franquia. Esse é o nosso sonho, ter vários Café Boutique por aí, mas sempre manter a nossa sede aqui em Não-Me-Toque, para nos lembrar que foi essa comunidade que nos proporcionou essa conquista. Somos gratos à cidade pela maneira como fomos recebidos,” finaliza Maristela.

A visão empreendedora do casal  não apenas mudou a vida deles como também agregou um serviço diferenciado à cidade e supriu uma demanda de mercado, o que possibilitou à comunidade ter um lugar diferenciado para viver os bons momentos da vida.

Deixe seu comentário
WhatsApp chat