30 de outubro de 2018

Vamos falar sobre o câncer de mama!

A campanha do Outubro Rosa está chegando ao fim, mas o cuidado com a saúde deve acontecer o ano inteiro. Por isso, vamos falar sobre o câncer de mama, suas causas e prevenção.

O Instituto Nacional do Câncer (Inca) estima que 59.700 novos casos de câncer de mama no Brasil ao longo deste ano. Um número que assusta e que também pode ser diminuído se houver a prevenção. Realizar exames e consultar o médico regularmente são fatores que ajudam no combate ao câncer. Quanto antes descoberto, maiores as chances de cura. Por isso, é importante conscientizar a mulher a realizar o autoexame e procurar um médico se perceber alguma ou alteração.

Apesar de amplamente divulgadas as informações sobre o câncer, sempre é bom falar sobre o assunto e sanar as dúvidas comuns e simples das pessoas. Por isso, a seguir você vai acompanhar algumas dúvidas sobre o câncer. Confira:

O que é câncer de mama?

É uma doença resultante da multiplicação de células anormais da mama, que forma um tumor. Há vários tipos de câncer de mama, alguns se desenvolvem rapidamente e outros não. A maioria dos casos tem boa resposta ao tratamento, principalmente quando diagnosticado e tratado no início.

Só as mulheres têm câncer de mama?

Não. Homens também podem ter câncer de mama, mas isso é raro, apenas 1% dos casos.

Quais são os sinais e sintomas do câncer de mama?

Caroço ou nódulo fixo e geralmente indolor, alterações no mamilo, pele da mama avermelhada, retraída ou parecida com casca de laranja, pequenos nódulos na região das axilas ou no pescoço e saída de líquido anormal das mamas. Se a mulher apresentar qualquer uma dessas alterações é importante que procure um médico logo para investigar melhor.

O que é recomendado para as mulheres prevenirem o câncer de mama?

É recomendado que as mulheres conversem com seu médico. Além disso, é importante realizar a mamografia, um exame clínico das mamas que identifica alterações suspeitas. No entanto, a confirmação de câncer de mama só é feita em laboratório pelo exame histopatológico, que analisa uma pequena parte retirada da lesão, chamada de biópsia. O acesso à investigação das alterações suspeitas da mama, de modo ágil e com qualidade, é um direito da mulher.

O que causa o câncer de mama?

Não há uma causa única, pois diversos fatores estão relacionados ao câncer de mama. No entanto, o risco de desenvolver a doença aumenta com a idade, sendo maior a partir dos 50 anos. Alguns fatores que influenciam no desenvolvimento do câncer são:

Comportamentais/ambientais

  • Obesidade e sobrepeso após a menopausa;
  • Sedentarismo;
  • Consumo de bebida alcoólica;
  • Exposição frequente a radiações ionizantes.

História reprodutiva/hormonais

  • Primeira menstruação antes de 12 anos;
  • Não ter tido filhos;
  • Primeira gravidez após os 30 anos;
  • Não ter amamentado;
  • Parar de menstruar após os 55 anos;
  • Ter feito uso de contraceptivos orais por tempo prolongado;
  • Ter feito reposição hormonal pós-menopausa, principalmente por mais de cinco anos.

Hereditários/genéticos

  • Histórico familiar de ocorrência de:
  • Câncer de ovário;
  • Câncer de mama em mulheres, principalmente antes dos 50 anos. A mulher que possui alterações genéticas herdadas da família tem risco elevado de câncer de mama.
  • Apenas 5 a 10 % dos casos da doença estão relacionados a fatores hereditários.
Deixe seu comentário
WhatsApp chat