30 de outubro de 2019

Verão e atividade física orientada

Com a chegada do verão as pessoas começam a praticar mais atividades físicas, seja aquela caminhada no final da tarde, ou um jogo de futebol aos finais de semana, todo mundo se sente mais animado para fazer exercícios nessa época do ano. Porém, toda e qualquer atividade física que você for praticar é preciso ter cuidado para evitar lesões.

O ortopedista Antônio Piva Neto explica que as lesões esportivas são muito comuns de acontecer, principalmente em atletas amadores. Mas apesar de ser recorrente, elas podem ter consequências bem graves se não diagnosticadas e tratadas corretamente. Entre as lesões mais comuns estão:

Entorse:  é o acidente mais frequente no meio esportivo que afeta, sobretudo, joelhos e tornozelos. A torção, como também é conhecida, ocorre quando há um estiramento dos ligamentos nas articulações, que pode provocar uma ruptura parcial ou completa. É comum na prática de atividades que demandam saltos ou que são realizadas em terrenos irregulares.

Contusão: é um trauma ou uma batida, em qualquer parte do corpo, que provoca uma compressão violenta. Pode comprometer a função dos músculos ou tendões, além de causar inflamação local.

Luxação: é o deslocamento anormal da articulação com os ossos. Às vezes, mais grave do que uma fratura. Normalmente, de forma leiga, esse diagnóstico é apontado como algo simples. No entanto, a luxação requer cuidados médicos urgentes.

Distensão muscular: ocorre quando as fibras musculares alongam-se além do seu comprimento normal. O músculo distende-se e provoca dor, fisgada e, às vezes, incapacidade de contrair normalmente.

Antônio Piva Neto ressalta que independente de qual for a lesão é de suma importância procurar um médico especialista para diagnosticar e tratar o problema, uma vez que se não tratado adequadamente, as lesões esportivas podem comprometer a locomoção e a saúde do paciente.

Deixe seu comentário
WhatsApp chat