13 de janeiro de 2020

Você já verificou sua pressão arterial hoje?

Os níveis de mortalidade no nosso país por complicações cardiovasculares são bem elevados e isso pode ocorrer devido à hipertensão arterial. Muito comum entre as pessoas, os problemas de pressão fazem parte da rotina de muitas famílias e é por isso que é necessário ter muito cuidado quando se fala em pressão arterial.

A hipertensão arterial é uma doença crônica, onde a pressão sanguínea nas artérias se encontra constantemente elevada. Para ser considera normal, a pressão arterial precisa estar em média 120 por 80 e acima desse número pode significar que você sofre de hipertensão. A médica Merli de Oliveira explica que existem vários fatores responsáveis pela hipertensão. “São diversos fatores que causam a hipertensão, principalmente o estilo de vida e fatores genéticos, sendo a mesma dividida em dois grupos: primária e secundária. A hipertensão primária é aquela sem causa definida, ou seja, acontece devido a uma soma de vários fatores como, por exemplo, fator genético, estilo de vida, alimentação, sal em excesso, obesidade, estresse, tabagismo e uso de álcool. Já a hipertensão secundária tem uma causa definida, que pode ser uma doença renal, doenças endócrinas ou algum outro distúrbio que precisa ser investigado.”

Merli destaca ainda que nem sempre é fácil identificar a pressão alta, porque muitas vezes ela é assintomática, ou seja, não tem sintoma. “O paciente não vai ter dor, tontura visão embaçada ou desmaio, sendo que a maioria das pessoas não tem nenhum sintoma, descobrindo a doença por acaso, durante uma consulta médica, por exemplo. Mas existe uma parcela de pessoas que possuem alguns sintomas, como dor na nuca, dor de cabeça, tontura, visão embaçada e mal-estar torácico. Nesse caso é mais fácil procurar atendimento e identificar a doença”, explica a médica.

Mas assim como tem pessoas com hipertensão, há também aqueles com problemas de pressão baixa. E agora, nos dias quentes, quem tem pressão baixa, acaba sofrendo um pouco mais. A médica explica que a pressão baixa acontece mais no verão por causa do calor, pois quando é muito quente os vasos sanguíneos se dilatam, ocorrendo a vasodilatação e com isso a queda da pressão.

A pressão baixa, assim como a hipertensão, também pode ser assintomática e o paciente só vai sentir tontura, opacidade visual, fraqueza, suor frio, desmaio e outros sintomas quando ela estiver muito baixa. Por isso, principalmente no verão, é importante se hidratar bastante, evitar o jejum prolongado e, em caso de queda de pressão, é bom deitar e elevar as pernas, tomar água e comer algo salgado.

Com o passar do tempo, se não controlada a pressão arterial pode ir afetando outras partes do corpo como o coração, os olhos, os rins e o cérebro, sendo que a hipertensão é o fator de risco mais importante e evitável nos casos de morte prematura na escala mundial. Por isso, para manter seu bem-estar e a sua pressão controlada, é importante manter uma boa qualidade de vida, reduzindo o estresse, aumentando as horas de sono, fazendo uma reeducação alimentar, atividade física e controle do peso, mantendo um bom estilo de vida, prevenindo as complicações da doença.

Deixe seu comentário
WhatsApp chat